Hidurbe

2021: O fim de um ciclo e o início de um novo – o dos biorresíduos

29/12/2020

Volvido mais um ano será agora a hora de colocar em prática a estratégia para os biorresíduos em Portugal?!

Ao longo dos últimos meses foram muitos os debates e os fóruns onde o tema central foi, como não poderia deixar de ser, os biorresíduos.

Até 31 de dezembro de 2023, os biorresíduos terão que ser separados e reciclados na origem, ou recolhidos seletivamente. São, por isso, 3 anos que nos separam do objetivo comunitário.

Mas estaremos preparados para mais este desafio? Até ao momento muito se tem falado, contudo os avanços são ainda muito poucos e lentos.

Espera-se, pois, que 2021 seja um ano desafiante a todos os níveis, e que um dos objetivos primordiais seja o da implementação definitiva das medidas que assegurem que os biorresíduos são objeto de valorização ao nível da recolha seletiva ou tratamento local com vista a que, no final de 2023, Portugal cumpra o objetivo a que se comprometeu.

Para que as metas estabelecidas para os biorresíduos sejam atingidas será necessário o envolvimento de todos: Cidadãos, Estado, Entidades Gestoras, Municípios, Empresas Prestadoras de Serviços...  

Que juntos possamos fazer cumprir mais um desígnio nacional e europeu!